O Obreiro obedecendo a seu chamado e cumprindo as ordens ministeriais – Pr. João Luiz de Amorim – Reunião Geral Obreiro – 31/10/2021

O OBREIRO OBEDECENDO A SEU CHAMADO E CUMPRINDO AS ORDENS MINISTERIAIS

  Ne. 1.1-4 e Ne.6.2-4

Introdução: Neemias era o copeiro da corte do Rei Artaxerxes.

Uma posição de muita honra e nessa posição de honra e intimidade com o rei, ele não se esqueceu do seu povo.

– Veio seu irmão Hanani e outros judeus e trouxeram notícias a Neemias do estado de miséria e desprezo, com os muros fendidos e portas queimadas a fogo.

– As notícias que recebeu de Jerusalém, o deixou muito triste.

– Neemias não pôde esconder essa tristeza na presença do rei.

– Os judeus tinham regressado à pátria havia um século, mas nenhuma tentativa fora feita para reconstruir Jerusalém, porque os seus inimigos tornavam essa tarefa quase impossível.

Ne. 1.4: E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me, e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus.

– Você tem amor pela obra de Deus, para fazer como Neemias fez: Chorar, orar e jejuar pela obra de Deus?- Você tem o coração na obra de Deus?

– Inimigos na obra de Deus sempre vão existir, tentando impedir que a obra seja feita.

– A função do obreiro é não deixar se intimidar com os opositores (os inimigos).

Lc. 9.62: E Jesus lhe disse: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus.

– A lealdade e o zelo de Neemias para com o seu povo era bastante forte, para fazê-lo deixar o conforto da corte real e voltar para reconstruir Jerusalém, a capital da sua terra.

– O rei Artaxerxes permitiu Neemias retornar a Jerusalém para reconstruir os muros e o templo do Senhor.

– Neemias foi designado pelo rei Artaxerxes como governador em Jerusalém.

– Neemias tinha a autorização do rei para reconstruir os muros da cidade.

– Por que reconstruir os muros primeiro?

– Porque os muros dão proteção contra a invasão de exércitos inimigos.

– Tenha os muros espirituais da tua vida construídos, pois isso vai te dar proteção contra os ataques e investidas do inimigo.

– Quando Neemias chegou a Jerusalém o sacerdote Esdras já estava lá há treze anos, ensinando a Palavra de Deus e viu o estado de ruína em que a cidade se encontrava, incentivou o povo a iniciar a reconstrução do muro imediatamente.

Com a união do povo e a distribuição das tarefas a obra do muro foi realizada em 52 dias.

– Deus precisa do trabalho de cada obreiro para que a obra seja feita.

– A somatória do trabalho de todos é que faz a Igreja de Cristo ser edificada.

Ne. 4.6: Assim, edificamos o muro, e todo o muro se cerrou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar.

– O povo tinha ânimo para trabalhar.

– É necessário que o obreiro tenha ânimo para fazer a obra de Deus.

– A graça de Deus na vida do obreiro lhe trás ânimo para o trabalho.

– Precisamos da graça de Deus para realizar a obra do Senhor.

– Somente com a disposição humana não conseguimos realizar a obra de Deus, necessitamos da graça de Deus, ela é indispensável.

II Tm. 2.1: Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.

– Timóteo era um jovem obreiro na obra de Deus.

– E Paulo lhe dizia para se fortificar na graça de Deus para fazer a obra de Deus.

– Neemias foi um verdadeiro líder na realização do trabalho.

– Havia inimigos por toda parte, zombando, escarnecendo deles.

– Perturbavam o trabalho, de modo que os judeus tinham de vigiá-los de dia e noite.

– As investidas eram tantas que se transformaram em ódio e Neemias formou dois grupos de homens, um para vigiar e outro para trabalhar.

– Depois, surgiu oposição entre os próprios judeus.

– Alguns deles se cansaram e reclamaram que havia tanto escombro (entulhos) que os muros não podiam ser levantados.

– Todo esse entulho tinha de ser removidos em sacos e carregados nas costas.

– Não havia carrinhos de mão nem outros veículos para transportar o material.

– Os inimigos tentaram, com astúcia fazendo um convite para desviar Neemias da sua construção.

Ne.6.2-B Sambalate e Jesém disseram:  Vem congreguemo-nos juntamente nas aldeias, no vale de Ono. Mas ele resistiu e orou e de novo frustrou o inimigo.

Ne. 6.3: E enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo uma grande obra; de modo que não poderei descer. Por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco?

– Os inimigos insistiram por quatro vezes, mas a resposta de Neemias sempre foi a mesma.

– Não pare de fazer a obra de Deus por nenhum motivo.

– Deus que te chamou te dará graça para cumprir o seu mandado.

– Neemias deixou uma vida de bem-estar e conforto e segurança por uma vida de trabalho, perigos e aflições.

II Tm. 2.3: Sofre, pois, comigo as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo.

– Paulo dizia ao jovem obreiro Timóteo, que o obreiro deve sofrer as aflições e mesmo assim fazer a obra de Deus.

II Tm. 2.4: Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar aquele que o alistou para a guerra.

– O Senhor te chamou para a Sua obra e te alistou para a guerra.

– Seja um soldado valente do Senhor.

– Não deixe os embaraços da vida, te impedir de fazer a obra de Deus.

– Seja um soldado destemido e corajoso. Neemias era um homem de oração.

– Não se encontrava nenhuma mancha em seu caráter.

 

Continuamos a orar, sempre olhando para JESUS o autor e consumador de nossa fé.

Não pare, não fraqueje e nem desanime diante as lutas e aos ataques, persista nesta jornada, a recompensa será muita grande. Leiam I – Co 15.58.

 

 

Deus os abençoe em Cristo Jesus, nosso SENHOR!

 

Pastor João Luiz de Amorim

31.10.2021

 

Compartilhe nosso conteúdo nas redes sociais

Compartilhe com facebook
Compartilhe com whatsapp
Compartilhe com telegram
Compartilhe com email
Compartilhe com skype
Compartilhe com print